quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Recordações do meu tempo de criança

Há certas comidas que fazem lembrar a minha infância e normalmente trazem recordações tão boas :).
Sempre gostei de comer, se bem que já comi bastante mais do que como actualmente, mas não gosto de me privar comer de nada. 
O arroz doce, faz-me lembrar o natal. Vou vos contar que o natal, na minha infância, era passado com a família toda da parte do meu pai, quando os meus avós eram vivos, e era uma festa pela qual todos nós, criançada, ansiávamos todo o ano. Éramos cerca de 20 pessoas, jantávamos no dia 24 e normalmente estávamos todos juntos até dia 26. Dormiamos todos ao "molho e fé em Deus", mas eram uns dias que nos enchiam o coração. 
Haviam pratos e doces que nunca faltavam nos nossos natais. Por exemplo o arroz doce da tia Rita, as filhós da avó Maria, o fundue no dia de natal organizado pela minha mãe e tia Teresa... Na nossa ingenuidade, eram dias mágicos...
Por motivos vários, e depois da morte dos meus avós acabou-se o natal com as 20 pessoas, passámos a ser só nós, os meus pais e irmão e depois do choque inicial da mudança, neste momento sabe-nos mesmo muito bem estarmos "sós"...
No entanto o arroz doce já não se faz, as filhós sem as mãos da minha avó não são a mesma coisa....
Recordações à parte, andava com saudades de arroz doce, procurei na net, encontrei esta receita no blog da querida Susana, e, apesar de não saber ao mesmo, estava mesmo muito bom :)
Usei foi umas gemas que tinha congeladas, deixei-as descongelar direitinho, mas não funcionou lá muito bem, mais uma coisa que aprendi... 

Ingredientes:
1 litro leite meio gordo
1 pau canela
3 cascas limão
200 g arroz carolino
1 pitada sal
160 g açúcar
4 gemas

Preparação:
Colocar no copo todos os ingredientes excepto o açúcar e as gemas.
Programar 15 Min / 90º / Vel. Colh Inversa. 
Retirar a tampa e envolver com a espátula.
De seguida programar 25 Min / 90º / Vel. Colh Inversa.
Finalmente juntar o açúcar, as gemas previamente desfeitas num pouco de arroz doce e envolver com a espátula.
Programar mais 10 Min. à mesma temperatura e velocidade.
Colocar em tacinhas e enfeitar com canela a gosto.


29 comentários:

  1. Que bom que é recordar a infância! A minha sobremesa favorita é o arroz doce, é algo que adoro mas não sei fazer...graças a Deus ainda posso pedir à minha avó que me faça :)

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  2. Adoro arroz doce :) mas só gosto do que eu ou a minha mãe fazemos!! :)

    ResponderEliminar
  3. E mais uma vez se prova a minha teoria que muitas das nossas melhores recordações estão ligadas aos sentidos como o olfato e o paladar. Já o meu Natal associo mais à aletria, mas a verdade é que também sou doida por arroz doce :D

    ResponderEliminar
  4. É impressionante como as nossas memórias se cruzam sempre com a comida... :D
    Tens aí uma belo arroz doce, eu gosto muito com extra canela.

    Beijinhos querida.

    ResponderEliminar
  5. Muito bom.

    http://asvezescozinheira.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. Os nossos sabores de infância, são mesmo próprios da nossa magia de ser criança....bjokinhas amiga

    ResponderEliminar
  7. Xana, a mim também me faz lembrar a minha infância pois era o que a minha mãe fazia pelas festas e não sempre...um beijinho.

    ResponderEliminar
  8. Existem certas receitas e ocasiões que, não sendo feitas ou vividas como eram quando somos pequenos, não parecem iguais. mas a vida é feita de mudanças, e o natal de hoje será o que ficará na memória dos nossos filhos, por isso temos que fazer com que seja sempre o melhor!
    Curiosamente, o arroz doce também faz parta da tradição cá de casa que, graças a Deus, continua com todos "os do costume" e cada ano que passa com mais um!

    ResponderEliminar
  9. Que lindo momento de nostalgia e como o entendo...
    O arroz doce ficou com óptimo aspecto mas uma coisa é certa e verdade, nunca podemos tentar fazer igual à mãe, à avó ou à tia, porque nunca fica com o mesmo sabor. Acho que tem a ver com a aura da cozinheira :)))!
    Beijinhos e obrigada por este lindo momento,
    Lia.

    ResponderEliminar
  10. Olá Xana;

    também recordo constantemente a minha infância e familiares que já cá não estão. Porque recordar é viver:)
    O teu arroz doce ficou com um aspecto fenomenal. Devia estar uma delícia.

    Não sabia que pode-se congelar gemas de ovo. Acho que li em qualquer lado que não é muito aconselhavel:)

    Boa semana!
    Beijinhos da Formiguinha

    ResponderEliminar
  11. Olá Xana,

    Você disse tudo, realmente faz sim lembrar infância e casa de Vó!!!
    Adoro arroz doce...

    Que a sua quarta seja de esperança!!
    1000 Beijokinhas

    ResponderEliminar
  12. É sempre bom recordar bons momentos em família, infelizmente não tive a sorte de ter uma família unida, tão pouco no Natal, mas cabe a nós sabermos lidar com isso e de certa forma saber alterar a situação e haver "Natal" quando quisermos.
    As lembranças de infância são sempre as melhores e restam eternamente na nossa memória. Espero que um dia saiba dar a um filho dias assim, que não se esqueçam e sabores assim, eternos.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Como te percebo, ano sim ano não os natais são passados em casa da minha sogra, e é tal e qual - casa cheia! O que será quando partir? deixa de existir o elo de ligação, mas é a ordem natural - nascem outros costumes
    O arroz está com ótiomo aspeto, o que aconteceu às gemas "cozeram" no congelador? Obrigada pela dica

    Tudo de bom
    Paula

    ResponderEliminar
  14. As lembranças de infancia sao das oicsas melhores que nós guardamos na nossa vida... embora algumas tb amargas... o teu arroz doce está magnifico, eu nao gosto muito, so quente, mas os meus filhos e o meu marido adoram!!!

    Beijocas

    ResponderEliminar
  15. Eu adoro o arroz doce da bimby, fica tão cremoso!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  16. Que delicia de arroz doce. Gosto muito então quando está ainda morninho...
    beijinho

    ResponderEliminar
  17. Recordar é sempre muito bom!!!!
    Eu amo este docinho!!!

    Bjs...

    ResponderEliminar
  18. Olá,
    Xana
    É tão bom recordar estes tempos de infância, tenho tão boas recordações de quando era miúda, quando o Natal era mesmo mágico, sem o consumismo para festejar uma época que deve ser dedicada à família, ao estarmos juntos a repartir bons momentos, é esta a magia do Natal.
    O teu arroz doce ficou com muito bom aspecto, mas, claro que nunca sabe aquele que era feito pelos nossos entes mais queridos.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  19. REALMENTE ARROZ DOCE TRAZ RECORDAÇÕES,GOSTO DO ARROZ DOCE QUE A MINHA MÃE FAZ.
    O TEU FICOU LINDO E DELICIOSO COM GOSTINHO DE CANELA ,HUMMMMMM!!
    BEIJOS.......

    ResponderEliminar
  20. Arroz doce é uma das minhas sobremesas de infância preferida Xana, nos trazem sempre lindas recordações, fazendo desse prato que já é bom por si só, mais gostoso. Bjos

    ResponderEliminar
  21. eu sou como tu nestes mes tb penso muito no tempo quando era criança nao sei porqué talvez porque o natal esta cuase a porta? olha adorei o teu arroz doce ficou 5* beijinhos saude

    ResponderEliminar
  22. se quiser um sabor mais tipico substitua o leite por água e vai ver que fica igualzinho ao de sua avó, pelo menos era assim que a minha fazia...

    ResponderEliminar
  23. Olá minha querida, fiquei muito contente por achares que o meu arroz doce se parecesse com o de tua avó! Claro que não é a mesma coisa, mas engana a saudade, não é?
    Adoro arroz doce e desde que tenho a bimby, confesso que nunca mais o fiz no tacho, porque acho que fica muito bom e dá menos trabalho,lol.

    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  24. Obrigado a todos pelos comentários e visita :)
    Somos feitos disto mesmo, recordações e momentos, que vão moldando a nossa maneira de ser e sentir.. E eu adoro recordar :)
    Formiguinha e Paula, já li que se pode congelar, e até já usei em bolos e não se nota a diferença, mas aqui foi fulcral, nota-se nas fotos os pedacinhos de gema que não dissolveram completamente.
    Anónimo, agradeço a dica, numa próxima tentarei.
    Susana querida, obrigado pela tua receita e pelas recordações que me trouxeste :)
    um beijinho a todos e obrigado

    ResponderEliminar
  25. Há coisas que são impagáveis não é Xana? E algumas delas são com certeza os doces da nossa infância. O arroz doce e as Filhós também me teletransportam para o tempo que a minha avózinha punha a mão na massa toda contente. Hoje sou eu que faço para ela, mas seguindo à risca as velhas receitas. Está lindo e assima de tudo é simbólico. Beijinhos

    ResponderEliminar
  26. Querida Xana, arroz doce também lembra minha infância, mas atualmente eu nem lembro mais o sabor do arroz doce. Tenho medo de fazer e não gostar mais, acredita? Acho que preciso experimentar novamente porque o seu me deu água na boca.

    Beijos minha linda.

    ResponderEliminar
  27. Com este arroz, acabaste comigo!!!!!Adooooooro arroz doce!
    Mas o mais incrível ainda é que nunca fiz arroz doce!!! Os meus rapazes, não apreciam muito sobremesas e eu tenho medo de ter de comer tudo sozinha!!!
    Mas um dia destes....Juro que faço para mim e para a vizinhança!!!!
    Bjocas e obrigado pela taçinha de arroz doce!

    ResponderEliminar

Mudámos para: www.ratatuidospobres.com.. visitem-nos Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...